Movimento de Cursilhos (40 anos)


O Movimento de Cursilhos de Cristandade - MCC completou 40 anos em Mato Grosso, no dia 14 de julho último. Em comemoração a Arquidiocese de Cuiabá realizou no dia 13/07, no Salão Pe. Firmo Junto na Capela Santa Rita, em Cuiabá, MT., Missa em Ação de Graças pelos 40 Anos do Movimento de Cursilhos e também missa de envio para o 15º Cursilho 2º misto para jovens.

Na noite de ontem, mais de 60 cursilhistas, entre sacerdores e leigos, foram homenageados pela Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso, estando presentes, Dom Bonifácio Piccinini (Arcebispo Emérito de Cuiabá), Frei Ari Fillipi, representando o Arcebispo Dom Milton Mendes, o Pe. Sebastião Vilela, grande entusiasta do MCC, o Sr. Oscar Wolf (grande defensor da fidelidade ao método e ao carima do MCC), que foi nos 80-90, o Coordenador Regional Oeste II, a sra. Dalva Luci Frigo de Oliveira, atual Coordenadora Diocesana, dentre outros.

BREVE HISTÓRICO DO MOVIMENTO DE CURSILHOS DE CRISTANDADE EM CUIABÁ.

Os Cursilhos em Cuiabá
Com uma história antiga – apenas oito anos mais novo que o movimento no país. Desde a realização do primeiro cursilho em 1970 o Movimento mostra que não perdeu a sua força. A nova Diretoria do Grupo Executivo Diocesano, que iniciou os trabalhos neste ano manifesta a vontade de manter viva a história do MCC na Diocese, mas com fôlego novo principalmente nesta época, quando se prepara para o jubileu no país.
Um dos principais responsáveis pela implantação do Movimento de Cursilhos de Cristandade na Diocese de Cuiabá foi Pe. Firmo Duarte Filho, que foi até a Capital do Estado de São Paulo juntamente com um grupo de leigos, dentre os quais o Adv. Lenir de Arruda, a fim de participarem do 93º Cursilho da Arquidiocese de São Paulo.
No dia 14 de julho de 1970 realizou-se então o 1º Cursilho masculino da Diocese de Cuiabá, 15 dias depois o 1º feminino.
Os Sacerdotes presentes foram Padre Firmo (in memoriam), da Arquidiocese de Cuiabá e Padre Santo Cornélio Farezim (in memoriam), da Diocese de Guiratinga.
Alguns Leigos como Jeová, hoje ainda atuante no Cursilho e Hilda sua esposa (in memoriam), Sr. Claro, Luiz Phillipe, Lenir de Arruda. dentre outros, num total de 24 Homens e 32 Mulheres.
O Arcebispo da época Dom Orlando Chaves, também esteve por dois dias no Cursilho dando o “Rollo”, Mensagem de “Piedade”, hoje “Fé e sua Vivência”. Como em qualquer projeto as dificuldades se apresentaram grandes no inicio, mas foram superadas pelo Espírito de fé dos Cursilistas.

(do sitio http://www.arquidiocesecuiaba.org.br/)

notícia criada em 16/07/2010 as 11:07 por Otaviano Teixeira Gomes Junior, visualizada 539 vez(es).